O seu IP: Desconhecido · O seu estado: Protegido
Desprotegido
Desconhecido
Blog Como fazer

Como alterar o IP e a localização com uma VPN

Procurar saber como alterar o IP da internet é uma preocupação comum a cada vez mais cibernautas. A localização física de um computador ou smartphone pode interferir com a utilização de determinados produtos ou serviços online. As VPNs (“Virtual Private Networks” ou Redes Privadas Virtuais) são ferramentas de cibersegurança fáceis de utilizar e que também permitem mudar a localização, “colocando-a” quase em qualquer ponto do mundo. Leia para saber mais sobre como alterar o IP, obter e utilizar uma VPN para mudar a sua localização.

Laura Klusaite

Laura Klusaite

Feb 14, 2021 · Leitura de 4 min

Como alterar o IP e a localização com uma VPN

Como é que uma VPN muda a localização?

Uma VPN muda a localização ao enviar as comunicações (tráfego) do utilizador a partir de um servidor baseado noutra localização. Eis como funciona:

  1. A VPN deixa o utilizador selecionar um servidor em qualquer dos países onde a empresa fornecedora da VPN tenha servidores próprios. A NordVPN, por exemplo, tem servidores em 59 países diferentes (sendo possível, nalguns casos, escolher uma cidade específica de um país).
  2. Quando um servidor é escolhido, a VPN cria um “túnel de encriptação” protegendo todo o tráfego que sair do aparelho (computador, router, etc.). O túnel ligará ao servidor selecionado, onde esse tráfego é desencriptado e, a partir daí, enviado para qualquer ponto do mundo (isto é, para o servidor onde está alojado o site ou serviço que se quer visitar).
  3. E já está. A VPN permite ocultar o endereço de IP porque, a partir deste momento, o endereço de IP associado ao utilizador é o do servidor da VPN escolhido, e não mais o seu próprio. Quem quiser associar essas visitas, comunicações e atividades online a um IP só vai encontrar o IP do servidor da VPN. E sempre que o utilizador quiser poderá mudar para um servidor diferente.
como é que uma VPN muda a localização

Porquê utilizar um modificador de IP VPN?

Através de um IP é possível saber várias informações importantes sobre a pessoa que usou, ou está a usar o computador, ou smartphone associado. Há várias vantagens em mudar o IP e a localização.

  • Comparação de preços. Alguns sites oferecem preços diferentes a visitantes de diferentes países. Outros aumentam o preço se detetarem que a mesma pessoa (isto é, o mesmo IP) já visitou o mesmo produto anteriormente, para criar a necessidade de urgência na compra. Usando uma VPN é mais fácil procurar o melhor preço.
  • Aceder a conteúdos. Suponhamos que alguém está a viajar pelo estrangeiro e pretende assistir a um vídeo ou programa. O canal de transmissão poderá impedir o utilizador de aceder ao conteúdo que costuma ver em casa; porém, mudando a localização para Portugal, tal já será possível.
  • Trocar entre tipos de IP ou corrigir um erro. Caso se tenha configurado incorretamente um endereço de IP estático, ele torna-se inutilizável.
  • Proteger a identidade. Diversos serviços online empregam “trackers” de modo a conhecerem a localização do utilizador e saberem mais sobre ele. Sabendo como alterar a localização do PC, este cenário é evitado.
  • Liberdade de expressão. Para jornalistas que trabalham em assuntos sensíveis ou para qualquer pessoa que não queira que as suas atividades online sejam “patrulhadas”, esconder o IP é essencial.

Note-se que estes são apenas os benefícios de uma VPN associados à mudança de localização. Saber como usar uma VPN traz outros benefícios em termos de segurança e privacidade online que vão além do que está aqui.

Note-se também que, embora existam serviços gratuitos para alterar o IP, o “grátis” tem um preço. Em geral, tais serviços criam registos dos dados de utilização de quem os usa e vendem-nos a terceiros. O mesmo acontece com as “VPNs grátis”. “Ninguém dá nada a ninguém”, como se costuma dizer e esse é o modelo de negócio desses sites. O modelo de negócio de uma verdadeira VPN é o da cibersegurança; não é grátis, mas o utilizador obtém aquilo por que paga.

Como alterar o IP do PC sem usar uma VPN?

Há outras formas de mudar o IP do PC ou smartphone e esconder a localização.

  • Usar um serviço proxy. Tal como uma VPN, um proxy funciona como intermediário entre o computador e o site que se quer visitar. O tráfego que passa pelo proxy é encaminhado para o servidor de destino e é identificado pelo IP do proxy. A grande diferença é que, ao contrário de uma VPN, um proxy não encripta as comunicações, que se tornam vulneráveis perante terceiros. Um proxy apenas muda o IP.
  • Usar o Tor. O famoso “The Onion Router” envia as comunicações/tráfego do utilizador através de uma complexa rede de nós, espalhados pelo mundo. Cada nó só conhece o nó de onde recebeu a informação e o nó para onde a enviou; é particularmente difícil identificar o ponto de partida. Todavia, como o Tor implica, normalmente, o uso de pelo menos três nós, isso pode tornar a utilização da internet bastante lenta. O tráfego tem que fazer um percurso bastante longo, em termos de comunicações entre computadores, até chegar ao servidor do site que se quer visitar.

Estas duas alternativas também podem ser incluídas num conjunto de serviços VPN. Por exemplo, se quiser saber como alterar a localização do navegador, a NordVPN oferece extensões proxy para Chrome e Firefox. Ao contrário da maioria dos “proxies”, estas extensões encriptam todo o tráfego que passar por estes browsers. Também está disponível o serviço Onion Over VPN da NordVPN para quem quiser ligar ao Tor com a proteção extra assegurada pela rede privada virtual.

Como usar um modificador de localização VPN?

Isso depende do serviço em questão, sendo alguns mais fáceis de usar que outros. As apps da NordVPN fazem com que seja muito simples saber como mudar o IP do PC ou escolher outros servidores VPN.

  1. Instalar a app ou software NordVPN no aparelho da sua preferência;
  2. Subscrever o serviço NordVPN;
  3. Fazer login, escolher o país, ligar e já está!

Há outras formas de usar a NordVPN para alterar a localização. Pode-se descarregar uma extensão VPN para Chrome ou Firefox ou até instalar o serviço no router, de forma a encriptar e proteger todo o tráfego que sai da rede doméstica ou empresarial, e não apenas de um computador ou smartphone.