O seu IP: Desconhecido · O seu estado: ProtegidoDesprotegidoDesconhecido
Blog Como fazer

Guia completo para apagar o histórico de pesquisa do Google

Muitas pessoas preocupam-se em apagar o histórico do Google Chrome para que outros utilizadores do mesmo computador não vejam as suas pesquisas. Porém, mais importante que apagar o histórico do browser é fazer o mesmo para o próprio Google. Algumas pessoas, pouco atentas às questões da privacidade online, ainda não compreenderam que apagar o histórico do Chrome não faz com que a Google apague essa informação dos seus servidores. Veja em seguida como defender a sua privacidade face ao mais importante motor de pesquisa da internet.

Ilma Vienazindyte

Ilma Vienazindyte

Dec 05, 2019 · Leitura de 3 min

Guia completo para apagar o histórico de pesquisa do Google

O que sabe o Google sobre cada utilizador?

Apagar o histórico de pesquisa do Google não deveria limitar-se ao browser. Não sendo segredo, a Google não faz propriamente grande publicidade ao modo como recolhe dados dos seus utilizadores. E também não é fácil descobrir como evitar essa recolha, pois tal não é do interesse da empresa.

Podemos pensar que o único problema é o facto de o Google personalizar os anúncios que encontramos ao longo da internet, mas existem riscos maiores. A possibilidade de a empresa partilhar dados sobre os seus perfis de utilizador, ou de sofrer um ataque de “hackers” em grande escala, são reais. O escândalo Cambridge Analytica, ocorrido com o Facebook, deve colocar todos os internautas em alerta.

Como apagar o histórico de pesquisa no Google permanentemente

1. Vá até à página “My Activity” e faça “login”. Aqui poderá ver o seu histórico de pesquisa no Google e em outras plataformas da Google que tenha utilizado com a sua conta.

2. Clique em “Delete activity by”, que encontrará na barra de menu do lado esquerdo.

apagar historico google: passo nº2

3. Para apagar todo o histórico de atividade nas plataformas Google, selecione o período de tempo e o tipo de atividade que quiser apagar. Para apagar tudo, selecione “All time” (todo o tempo) e “All products” (todos os serviços). Então, clique em “Delete” (apagar).

apagar historico google: passo nº3

4. Parabéns! A sua privacidade online já se encontra mais preservada.

Como apagar automaticamente o seu histórico de pesquisa no Google

Se corre o risco de se esquecer de apagar regularmente o seu histórico de pesquisas, pode optar por ordenar ao Google que faça isso por si. É possível configurar as definições de modo a apagar o histórico do Google Chrome automaticamente – do Chrome e de todos os restantes serviços da Google. Siga estes passos:

1. Vá à página “My Activity” (minha atividade) e clique em “Go to your Web & App Activity” (ir até à sua Atividade da Web e de aplicações). Aqui poderá ver se a deteção (tracking) da atividade se encontra ativada.

apagar historico google (automaticamente): passo nº1

2. Clique em “Choose how long to keep” (escolher por quanto tempo manter) para dizer ao Google por quanto tempo autoriza que a empresa conserve os seus dados. Só estarão disponíveis – infelizmente – duas opções: três meses ou dezoito meses.

apagar historico google (automaticamente): passo nº2

3. Se quiser desligar completamente a atividade de “tracking” (Web & App) da Google, repita o primeiro passo e clique no ícone “Edit” (editar ou alterar).

apagar historico google (automaticamente): passo nº3

4. Deslize a pequena barra horizontal que está junto a “Web & App Activity” e está feito. Repare que esta ação irá apenas colocar o “tracking” em pausa, podendo ser retomado a qualquer momento.

apagar historico google (automaticamente): passo nº4

Como pode aumentar ou melhorar a sua privacidade online?

Ao utilizar serviços e produtos da Google, não é possível estar completamente anónimo. Para manter a sua navegação e atividade na internet realmente protegida, o ideal será mudar para alternativas ao Google, que tenham a segurança e a privacidade dos utilizadores como prioridade. Existem diversos motores de pesquisa, serviços de correio eletrónico (e-mail) e streaming de vídeo que não dependem da recoleção de dados sobre os utilizadores (ao contrário, respetivamente, do Google, do Gmail e do YouTube).

Outra possibilidade é o uso de uma VPN (“Virtual Private Network”, ou Rede Privada Virtual), como é o caso da NordVPN. Normalmente pensa-se que uma VPN serve apenas para manter a navegação ao abrigo de “hackers”, mas existem outras vantagens. A defesa da privacidade é uma delas.

Ao encaminhar a sua navegação através de um IP diferente (que não o do seu computador, smartphone ou tablet), a VPN esconde da Google a sua identidade. Assim, torna impossível associar um determinado conjunto de pesquisas e navegação ao seu perfil de utilizador e à sua identidade. Repare, porém que ao utilizar uma VPN “logado” na sua conta, a Google não deixará de associar essa utilização ao seu perfil, ainda que o IP utilizado seja diferente. Logo, usar uma conta falsa (ou não usar qualquer conta, se possível) em conjunto com uma VPN será a melhor garantia de poder utilizar total ou parcialmente os serviços da gigante de Mountain View sem que nenhuma informação seja por lá conservada.