O seu IP: Desconhecido · O seu estado: ProtegidoDesprotegidoDesconhecido

O que é bloatware e como removê-lo?

A palavra inglesa “bloat” refere-se a algo “inchado” ou “entumecido” e é geralmente aplicada quando uma pessoa se sente mal depois de ter comido demasiado a uma refeição. “Bloatware” é um software que remete para esta imagem: software desnecessário para o computador (ou telemóvel ou tablet) e que faz com que o seu desempenho seja mais lento e pesado. Pode tratar-se de software pré-instalado no seu aparelho, que seja instalado maliciosamente por terceiros, ou simplesmente software que tenha deixado de ser útil.

Agnė Augustėnė Agnė Augustėnė

Agnė Augustėnė

O que é bloatware e como removê-lo?

O bloatware “nativo” vem pré-instalado no seu aparelho por vários motivos:

  • O fabricante do aparelho instala determinados programas que, entre outras funções, recolhem dados de utilização;
  • Fabricantes de software pagam aos fabricantes do hardware para que os seus produtos sejam disponibilizados de raiz aos clientes, aumentando as probabilidades de pelo menos alguns deles virem a usá-los;
  • O fabricante do aparelho “impinge” programas novos, add-ons, etc., durante as atualizações (updates).

O bloatware “nativo” pode ser útil e benéfico, se o utilizador entender que pode tirar partido dele. Já o bloatware descarregado maldosamente por ação de terceiros, desconhecido, é prejudicial.

Porque é o bloatware uma ameaça?

  • Torna o aparelho mais lento. Com vários programas a serem executados no “background”, sem benefícios visíveis e até sem que o utilizador se aperceba, o computador ou o telemóvel estará mais lento, sem vantagens que o justifiquem. Estará a ser usada memória RAM “para nada”.
  • Está ao serviço de hackers. No caso do bloatware malicioso vindo de desconhecidos, além de o aparelho ficar mais lento, os programas em questão estarão a espiar e a enviar dados para os hackers.
  • Deixa o aparelho vulnerável. Tornou-se célebre o caso do software Superfish da Lenovo, que deixava os respetivos aparelhos mais fragilizados contra ataques de hackers.

Como posso identificar bloatware?

A definição de bloatware, no caso dos programas que são instalados pelo fabricante do hardware ou pelos updates do sistema operativo, é fluida. Depende da utilização que o cliente dele faça (ou não). É mais fácil identificar software instalado por iniciativa de hackers como algo a ser eliminado – mas pode não ser fácil detetá-lo. Vejamos os sinais de alerta a que se deve estar atento:

  • Não conheço o software ou aplicação. Se não se lembra de instalar um programa, ou de usá-lo, poderá ser bloatware (ou considerá-lo como tal).
  • É inútil. Dificilmente instalaria tal programa de forma voluntária ou intencional.
  • O navegador (browser) está a mostrar pop-ups irritantes. O bloatware em questão (que poderemos também classificar como um dos principais tipos de malware) está a tentar direcionar o utilizador para sites maliciosos ou a mudar as definições do navegador.
  • O programa sugere constantemente que compre serviços extra. São formas de tentar “extorquir” dinheiro às pessoas, através de marketing agressivo e vendendo funcionalidades sem valor.
  • O software é difícil de desinstalar. O bloatware, em princípio, é desenhado para que o utilizador não consiga ver-se livre dele. Ao clicar para desinstalar, o utilizador pode ser direcionado para um site malicioso, por exemplo.

Como remover bloatware no Windows 10

Desinstalação regular

  1. Através da barra de pesquisa do Windows 10, aceda ao painel de Programas e Funcionalidades.
  2. Encontre o bloatware e clique em desinstalar.
Uninstall bloatware on Windows

Refresh Tool

Para os programas que não se “deixem” desinstalar desta forma, pode usar-se a Refresh Tool do Windows 10, disponível para descarregamento nesta página. Em seguida, pode escolher se quer manter os ficheiros pessoais ou formatar inteiramente o sistema, seguindo por fim as instruções.

Compre um PC “bloat-free”

São mais difíceis de encontrar e potencialmente mais caros, mas é possível comprar computadores Microsoft Signature que vêm isentos de bloatware. São mais caros precisamente porque as parcerias com fabricantes de software permitem ao fabricante do hardware baixar os preços.

Atenção: não deve apagar software que seja essencial para o funcionamento do aparelho, ainda que pareça não ser essencial. O mesmo é válido para os sistemas operativos seguintes.

Como remover bloatware no MacOS

  1. Aceda à pasta de Programas.
  2. Go to applications folder
  3. Escolha um software para apagar e clique em “Obter informação”.
  4. Pick an app and click get info
  5. Clique em Partilha e Permissões.
  6. Click on sharing and permissions
  7. Clique no ícone do cadeado e insira a password de administrador.
  8. Press the lock icon and enter password
  9. Torne a função “Ler e Escrever” acessível a toda a gente, o que lhe permitirá apagar software.
  10. Set read and write privileges to enable deleting unwanted software

Como remover bloatware no Android

Desativação regular

Desinstalar totalmente aplicações do Android pode ser realmente difícil e/ou levar ao mau funcionamento do sistema. Por isso, indicamos como desligar (em vez de desinstalar) apps indesejadas.

  1. Aceda às Definições, e depois às Aplicações e Notificações.
  2. Tap apps and notifications
  3. Selecione uma app que queira apagar.
  4. Select an app to disable it
  5. Selecione Desativar.
  6. Click on disable

A app continuará a ocupar espaço em disco, mas já não será executada em “background” nem irá usar a memória RAM do telemóvel.

Formatação

Formatar o sistema operativo e instalá-lo de raiz permitirá escolher quais as apps que serão instaladas. Porém, esta opção deve ser seriamente ponderada, pesando os riscos. A formatação por iniciativa do cliente, em geral, inutiliza a garantia do vendedor. Caso o utilizador não esteja totalmente seguro do procedimento, poderá deixar o aparelho mais instável, inseguro ou até mesmo inutilizado.

Como remover bloatware no iOS

  1. Vá a Definições, depois a Geral e por fim a Armazenamento do iPhone.
  2. On iPhone general settings choose iPhone storage
  3. Clique numa aplicação da lista.
  4. Choose an app from the list
  5. Escolha “offload” ou “apagar”. A opção “offload” mantém as definições do utilizador mas liberta algum espaço; “apagar” remove a app completamente.
  6. Choose offload app or delete app

Tal como referimos para o Android, a prática de desbloquear o iPhone – o chamado jailbreaking – dá mais poder ao utilizador para fazer alterações mas comporta riscos para a segurança e estabilidade quer do software quer do hardware.

Como evitar bloatware

Relativamente ao bloatware que vem pré-instalado com o computador ou telemóvel, ou que é legalmente instalado durante um update (ainda que o utilizador possa considerar abusiva tal instalação), não há muito a fazer em termos de prevenção. De qualquer forma, este bloatware legal (pese a possibilidade de recolha de dados pessoais de utilização do cliente) é menos lesivo para os direitos do cidadão que o bloatware ilegal e instalado por iniciativa de cibercriminosos.

A melhor forma de evitar o bloatware “externo”, mais agressivo, é pela prevenção:

  • Descarregue software apenas pelas vias oficiais e formais. Software não oficial é muito mais passível de vir com malware, adware e programas que venham a executar funções no aparelho da vítima à revelia dos seus interesses.
  • Use uma VPN (Virtual Private Network) no dia a dia. Uma VPN cria uma camada de encriptação em torno de todas as comunicações e atividades do seu aparelho, tornando difícil a terceiros obter informação sobre si. Essa informação seria usada, por exemplo, para lançar ataques de phishing e dessa forma instalar bloatware no seu aparelho ou rede.
  • Ao descobrir bloatware, combata-o. Por segurança ou para melhorar o desempenho do seu aparelho, o bloatware não deve permanecer no seu telemóvel ou computador. Remova ou desligue aplicações indesejadas assim que as detetar.
  • Invista em aparelhos que venham de fábrica com menos bloatware.

A segurança online começa com um clique.

Fique em segurança com a principal VPN do mundo


Agnė Augustėnė
Agnė Augustėnė Agnė Augustėnė
success Autor verificado
Agnė Augustėnė é uma gestora de conteúdos, apaixonada por segurança cibernética. Entende os benefícios da tecnologia e as ameaças que todos enfrentamos online; através do seu trabalho está a construir uma internet mais segura e privada.