O seu IP: Desconhecido · O seu estado: Protegido
Desprotegido
Desconhecido
Blog Notícias

As apps gratuitas são seguras?

Será que a sua app de lanterna ou editor de fotos grátis podem estar a roubar os seus dados privados? Será que pode confiar em apps gratuitas? Saiba mais sobre os perigos que elas representam, como reconhecer os riscos e como pode proteger-se.

Laura Klusaite

Laura Klusaite

Aug 14, 2021 · Leitura de 3 min

As apps gratuitas são seguras?

Este ano, oito apps gratuitas perigosas foram sinalizadas na Google Play Store por poderem roubar os seus dados bancários e até mesmo contornar a autenticação de dois fatores.

Em 2019, a SuperVPN, uma app gratuita de “privacidade online”, levantou tantos alertas que foi removida da Google Play Store… apenas para voltar para lá mais tarde. Tenha muito cuidado com este serviço. Os dados pessoais de milhões dos seus utilizadores foram encontrados à venda, incluindo credenciais, dados do dispositivo, detalhes de pagamento e nomes. Mas este não é um incidente isolado; consulte o nosso artigo sobre as piores apps para a sua segurança.

Daniel Markuson, especialista em privacidade digital da NordVPN, deixa o alerta: “descarregar apps gratuitas pode ser tão mau como entregar as suas informações pessoais a hackers”. Mas o quê exatamente torna uma aplicação gratuita perigosa?

O que torna uma app gratuita perigosa?

As apps gratuitas perigosas são criadas por programadores desonestos ou hackers com más intenções. Existem duas maneiras principais para elas chegarem até si:

1. Rastreando-o

Se a sua app de edição de fotos gratuita lhe solicita acesso aos seus contactos e localização, é motivo para ficar desconfiado. Os rastreadores são integrados em algumas apps gratuitas para registar os seus movimentos, dando informações sobre:

  • A sua morada
  • Quanto ganha
  • Onde trabalha
  • Que ginásio frequenta
  • A que lojas vai
  • Com quem fala e com que frequência o faz
  • Quem você visita e com que frequência vê essas pessoas

Anunciantes e terceiros pagam muito dinheiro por dados de consumidores como estes, e os hackers que o veem como um alvo encontrarão muitas formas maliciosas de explorar as suas informações.

2. Infetando o seu dispositivo

  • O malware e o spyware são mascarados em algumas apps gratuitas para infetar o seu dispositivo. Depois de o seu dispositivo estar infetado, o malware pode bloqueá-lo e roubar as suas fotos, vídeos, informações de pagamento e nome.
  • O spyware pode ser mascarado em algumas aplicações gratuitas para rastrear e gravar as suas chamadas telefónicas, mensagens e movimentos, assim como invadir a sua câmara.

Porque algumas apps são gratuitas e algumas pagas?

Se um programador ou empresa oferece uma app de graça, definitivamente existe alguma forma de ganharem dinheiro com ela. Eles podem fazê-lo de várias maneiras:

  • Anúncios: Quem cria uma app pode ganhar dinheiro usando o Google AdSense para colocar anúncios no interface do utilizador. Se alguns milhões de pessoas estiverem a usar essa app, podem ser cobradas taxas mais altas aos anunciantes – mesmo que a app seja gratuita para os utilizadores.
  • Rastreamento: Algumas apps têm rastreadores incorporados que recolhem e partilham os seus dados com empresas de marketing. Os dados dos consumidores são um verdadeiro tesouro para essas empresas e, como tal, elas pagarão um elevado preço por eles.
  • Facilidade: Com uma cobrança única de 25 dólares, os programadores iniciantes (ou hackers) podem facilmente criar uma app e disponibilizá-la na Play Store. E o Google torna muito fácil criar uma conta AdSense para começar a mostrar anúncios numa app. Esta é provavelmente uma das razões pelas quais muitas aplicações perigosas e infetadas são encontradas na Play Store, em comparação com a App Store da Apple.

“Sem anúncios e rastreadores incorporados através dos quais se ganha dinheiro, as empresas confiáveis pedem aos utilizadores para pagar pelos seus serviços ou adicionam uma opção premium”, esclarece o nosso especialista Daniel Markuson.

Como verificar que uma app é segura?

  1. Leia as letras pequeninas. As letras pequenas informam detalhadamente como as suas informações podem ser rastreadas, recolhidas e armazenadas.
  2. Pesquise a app no Google. Isto é algo óbvio, mas uma pesquisa rápida vai revelar quaisquer respostas de utilizadores em fóruns que tenham sinalizado a aplicação.
  3. Esteja atento ao seu dispositivo. Se uma app gratuita perigosa infetou o seu dispositivo, ele pode começar a alternar entre apps de forma errática, as fontes e as cores podem mudar repentinamente, e o seu telemóvel pode bloquear repetidamente.
  4. Ajuste as suas configurações de localização e privacidade. As definições do seu telemóvel permitem-lhe escolher com quais apps partilha a sua localização. Se verificar que uma app pede acesso a partes do seu dispositivo de que realmente não precisa, isso pode ser um sinal de alerta.
  5. Apague a app imediatamente. Se notar que o seu telemóvel está a agir de forma irregular depois de ter instalado uma app, provavelmente deverá apagá-la. Verifique o nosso guia detalhado sobre como remover malware se achar que foi infetado.
Também disponível em: English, Türkçe