O seu IP: Desconhecido · O seu estado: Protegido
Desprotegido
Desconhecido
Blog Notícias

As 5 piores apps para a sua privacidade

O seu telefone sabe quase tudo o que há para saber sobre si. Onde você trabalha e vive, para onde viaja, quem são os seus amigos, o que escreve nos seus emails e mensagens. Tudo isto também é verdade para muitas apps que você usa, mas algumas são mais “intrometidas” que outras. As que estão nesta lista são as piores apps quando o assunto é a sua privacidade.

Laura Klusaite

Laura Klusaite

Jul 08, 2021 · Leitura de 6 min

As 5 piores apps para a sua privacidade

1. Facebook

facebook

O Facebook rastreia-o através de todas as suas apps e sites. Até o rastreia quando você faz logoff do Facebook. A sua app requer praticamente todas as permissões que existem, solicitando acesso:

  • Aos seus contactos, registos de chamadas e mensagens de texto
  • À sua câmara e microfone
  • Ao seu armazenamento interno
  • Ao seu Wi-Fi
  • À sua localização

Em suma, a app quer o controlo total do seu dispositivo e alega que isso é necessário para o funcionamento da mesma.

Sabe quando você faz login e quanto tempo passa na plataforma. Rastreia onde vai, o que você compra e o que pesquisa.

O Facebook recolhe todas estas informações para lhe oferecer anúncios personalizados. Além disso, a empresa deixou vazar dados dos seus utilizadores através de inúmeras violações. O Facebook provou por várias vezes que os seus dados pessoais não estão seguros nas mãos deles.

2. Messenger

messenger

O Facebook Messenger é ainda pior – ele não usa encriptação end-to-end. A app provavelmente armazena as suas mensagens privadas em texto simples nos seus servidores. Se for esse o caso, qualquer funcionário com credenciais de login pode aceder a elas.

Mark Zuckerberg admitiu que o Messenger confere todos os links e imagens que você envia aos seus amigos. Quando o algoritmo os considera suspeitos, os moderadores leem as suas mensagens e bloqueiam-nas se estas não cumprirem com a política da empresa.

É verdade que estas medidas impedem que as notícias falsas e o conteúdo ilegal se espalhe. No entanto, não pode confiar que o Facebook use os seus dados apenas para praticar o bem. Lembre-se que o Facebook:

  • Sempre valorizou o seu crescimento acima da privacidade do utilizador
  • Foi violado inúmeras vezes
  • Armazenou logins em texto simples
  • Registou mensagens de texto e chamadas telefónicas sem informar os utilizadores sobre esta prática
  • Solicitou aos utilizadores passwords de email para enviar spam para os seus contactos

Como sair do Facebook

Desconecte-se, apague as apps do Facebook e do Messenger e mude para uma app de mensagens mais segura.

Isso é mais fácil de dizer do que fazer. Com mais de 2,13 mil milhões de utilizadores no Facebook e 1,3 mil milhões no Messenger, você vai encontrar a maioria dos seus familiares, amigos e colegas de trabalho nestas apps. Serviços de mensagens encriptados como o Signal são muito menos conhecidos e não há uma rede social alternativa tão popular como o Facebook.

Se não consegue livrar-se do hábito do Facebook, simplesmente apague as apps e use o browser do seu telemóvel para pesquisar. É um pouco menos prático, mas este passo extra dá-lhe tempo para refletir: “Eu quero realmente verificar o feed de notícias NOVAMENTE?” Também garante que as apps não podem espiar o seu tráfego e outras aplicações.

As suas mensagens vão manter-se legíveis para o Facebook e os seus dados continuarão a estar vulneráveis a todas as falhas de segurança que surgirem, mas o Facebook terá muito mais dificuldade em rastreá-lo sem as suas apps.

3. Apps de meteorologia

apps de meteorologia

A sua novíssima app de meteorologia quer acesso à sua localização. Parece razoável – não pode dizer-lhe o tempo se não souber onde você está.

Mas depois de você conceder permissão, a app rastreia a sua localização 24/7 e vende esses dados a anunciantes. Essas apps são muitas e são todas muito semelhantes:

  • AccuWeather
  • WeatherBug
  • The Weather Channel App

E não é apenas com as apps meteorológicas que você precisa preocupar-se. Pode ser qualquer app que forneça notícias locais sobre eventos na sua cidade ou o informe sobre novos restaurantes que vale a pena visitar. Qualquer uma delas pode estar a tentar obter os seus dados para publicidade com base na localização.

As apps de meteorologia vão vender dados sobre onde você trabalha, como se desloca, quem é o seu médico e que ginásio frequenta. Não há garantia que a sua localização será tratada de forma adequada. Ela pode ser exposta (roubada) ou vendida posteriormente. Imagine se alguém da sua área obteve os seus dados de localização, mesmo que sem o seu nome.

Como saber a previsão do tempo sem revelar a sua morada

Nem todas as apps de meteorologia (ou de notícias locais) são más para a sua privacidade, mas para encontrar as confiáveis terá de ler todos os termos e condições.

As apps que vendem a sua localização não são honestas sobre isso. Elas escondem esse facto em longuíssimos textos de políticas da empresa que estão escritos em “juridiquês”. Se você não suporta ter de lê-los (poucas pessoas o conseguem), pesquise sobre eles. Verifique os comentários e a sua reputação na internet.

Uma possível solução é selecionar a sua localização na app sem lhe dar permissão para que esta a rastreie. Esta característica pode aparentemente não existir, uma vez que eles querem que você os deixe rastrear, mas provavelmente estará disponível.

Você pode também verificar o tempo para o dia seguinte online.

4. Words with Friends e outros jogos multiplayers para mobile

jogos multiplayers mobile

Os jogos multiplayers têm tudo a ver com interação e envolvimento do jogador. Você resolve puzzles, sobe de nível e diverte-se com amigos e família.

No entanto, jogos como o Words with Friends recolhem uma quantidade obscena de dados pessoais.

A Zynga, que criou o Words with Friends, o muito famoso FarmVille e muitos outros jogos de sucesso, rastreia e regista todos os tipos de dados pessoais:

  • primeiro e último nome
  • username
  • género
  • idade e data de nascimento
  • email
  • contactos do livro de endereços
  • compras no jogo
  • tudo o que os jogadores publicam nos painéis de mensagens
  • os conteúdos de chats e mensagens entre jogadores
  • ID do Facebook
  • localização física aproximada
  • basicamente, qualquer informação pública disponível que possam encontrar

Eles usam também cookies, beacons, tags de pixel, clear gifs e identificadores de dispositivo para rastrear:

  • endereços IP
  • que computador ou dispositivo mobile e sistema operativo os jogadores usam para jogar os seus jogos
  • endereços MAC
  • tipo de browser e idioma

Tudo isto porque você quis jogar scrabble online.

A Zynga não é a única no mercado de jogos mobile. Muitas empresas neste setor rastreiam os dados dos seus jogadores e vendem-nos à melhor oferta. Se você tiver sorte, os dados serão despersonalizados, mas poderão não ser.

Como ter a certeza que o meu jogo não está a espiar-me

Se a app é gratuita, a empresa precisa ganhar dinheiro de alguma forma. Elas fazem-no vendendo os seus dados para publicidade direcionada.

Antes de fazer download de qualquer app, verifique as permissões e confira se pode executá-la sem fornecer nenhuma das permissões que ela precisa para rastrear os seus dados.

5. A próxima app que você descarregar

app

Em 2014 descobriu-se que a NSA “hackeou” o jogo Angry Birds e desviou dados dos jogadores. A empresa desenvolvedora afirma que as vulnerabilidades na aplicação foram corrigidas.

Em 2013, a Federal Trade Commission acusou uma popular app de lanterna porque esta partilhava dados de localização com terceiros sem o conhecimento ou consentimento do utilizador.

O que estes casos demonstram é que não se pode aprender sobre as piores apps em termos de privacidade a partir de incidentes do passado. Quando as vulnerabilidades se tornam conhecidas, elas são corrigidas. Quando são encontradas apps fraudulentas, elas são bloqueadas pelo Google Play e pela App Store.

Você precisa preocupar-se com as vulnerabilidades que ainda não foram descobertas. Ninguém sabe qual será a próxima app a deixar “escapar” os dados de milhões de pessoas.

Como manter-se seguro: 5 sugestões

  1. Antes de instalar qualquer app, verifique a classificação, leia os comentários e análises e faça pesquisas sobre a mesma. O seu telefone é o seu castelo – saiba o que está a colocar dentro dele.
  2. Desconfie se uma app lhe pede permissões de que não deveria precisar para funcionar. Nenhuma app de lanterna precisa saber a sua localização.
  3. Por exemplo, veja a app da NordVPN. Em Android solicita 0 permissões. Em iOS pede 2 permissões por razões evidentes:

    • para notificações push
    • para adicionar configurações VPN
  4. Atualize as apps que usa e apague aquelas que não usa.
  5. O seu telefone provavelmente tem demasiadas apps. Apagar as que não usa irá otimizar o desempenho do seu telefone e protegê-lo a si de potenciais vulnerabilidades. Atualizar as que usa vai ajudar a mantê-las seguras.

  6. Reveja as permissões das suas apps.
  7. Muitas apps podem funcionar sem obterem todas as permissões que solicitam. Experimente com as suas apps preferidas e verifique se elas continuam a funcionar da forma que você quer com algumas ou todas as permissões desativadas. Se uma dessas permissões invasivas for para uma função que não usa, revogá-la faz todo o sentido.

  8. Use uma VPN.
  9. Apps mal configuradas podem ter vulnerabilidades que deixarão vazar o seu tráfego e dados para bisbilhoteiros. Com uma app VPN, cada conexão que o seu dispositivo fizer será encriptada, o que inclui as suas apps. Se você usar uma app vulnerável, isto pode ajudar a protegê-lo de certos tipos de ataques.

    Você pode experimentar a NordVPN sem riscos com as suas apps preferidas graças à nossa garantia de devolução de dinheiro por 30 dias.

A segurança online começa com um clique.

Fique em segurança com a principal VPN do mundo

Também disponível em: English