Seu IP: Desconhecido · Seu status: ProtegidoDesprotegidoDesconhecido

O que é malware?

Confira tudo o que você precisa saber sobre o que são e como evitar malwares.

Tudo o que você precisa saber sobre o que são malwares
Software mal-intencionado é o mesmo que malware

Definição de malware

A definição de malware vem da combinação de duas palavras: malicioso + software = malware. Malwares são softwares criados para trabalhar contra os interesses do proprietário de um sistema ou dispositivo. Alguns tipos conseguem entrar no seu dispositivo por conta própria, enquanto outros precisam ser plantados.

O que os malwares fazem? Desde o rastreamento de dados inofensivos ao bloqueio ou, até mesmo, destruição de dispositivos, os efeitos dos malwares variam de gravidade.

Tipos de malwares e seus ataques

Veja abaixo alguns tipos de malwares que você pode encontrar. Como existe uma grande variedade de malwares em circulação, mostraremos os exemplos mais comuns. Confira os tipos mais comuns de malwares:

O adware é um tipo de software mal-intencionado que tem como objetivo ganhar dinheiro

Adware

O adware é um tipo relativamente inofensivo de software mal-intencionado que se concentra em ganhar dinheiro em vez de prejudicar o seu computador. Este tipo de software se mantém por meio dos banners de anúncios e propagandas que exibe agressivamente em sites e aplicativos.

Dentre as várias formas de se identificar um adware, a mais comum é a presença de pop-ups de anúncios. Eles podem aparecer na sua área de trabalho ou em programas, sites ou aplicativos em que não apareciam antes.

Spyware espionando um homem usando computador

Spyware

A função do spyware é (surpresa!) espionar você. Esse malware se esconde em segundo plano, monitorando como você usa seu computador e como navega na Internet. Ele pode coletar senhas, informações bancárias, e-mails e até mesmo registrar quais teclas estão sendo pressionadas ou alterar configurações de segurança. Todas as informações coletadas são enviadas para um usuário remoto. Ele também pode baixar e instalar outros aplicativos mal-intencionados sem sua permissão.

O vírus infecta o computador e outros dispositivos

Vírus

Assim como um vírus biológico, um vírus de computador se espalhará de hospedeiro para hospedeiro para infectar o maior número possível de dispositivos. Anexado a arquivos ou programas, ele pode ser espalhado por meio de downloads, e-mails, redes sociais ou mensagens de texto.

No entanto, um vírus geralmente não pode infectar um computador de forma autônoma, precisando que um usuário execute o programa ao qual está anexado. O dano causado por vírus pode variar de pequenos aborrecimentos, como alterações de papel de parede, a grandes falhas do sistema ou perda completa de dados.

Worms extraindo informações

Worm

Em comparação com os vírus, os worms podem parecer bastante inofensivos, pois não causam nenhum dano direto a um sistema. O objetivo de um worm é se copiar e se espalhar por uma unidade ou rede local.

Os worms podem ou não conter “payloads” (ou “cargas úteis”), criadas para para danificar um sistema ou extrair informações. O primeiro worm criado, o Creeper, simplesmente notificava sua presença aos usuários infectados.

O malware cavalo de Troia se infiltra no computador de uma mulher e causa danos

Cavalo de Troia

O malware cavalo de Troia se infiltra em computadores por meio de programas aparentemente inofensivos, como o cavalo de Troia da lenda grega. Quando ele consegue se infiltrar, o cavalo de Troia pode criar brechas para hackers entrarem no seu sistema e coletar seus dados ou até mesmo impedir que você acesse seu próprio computador. Por exemplo, o cavalo de Troia Zeus coleta dados como quais teclas são pressionadas e as credenciais das vítimas. O Emotet ficou conhecido por roubar dados de pessoas e empresas.

O ransomware é uma ameaça cibernética que se espalha rapidamente e causa danos de altos custos

Ransomwares

O ransomware é uma das ameaças cibernéticas mais graves devido à sua capacidade de se espalhar rapidamente e causar danos de alto custo. O ransomware é criado para obter lucro. Uma vez que o malware infecta uma máquina por meio de uma vulnerabilidade do sistema, ele criptografa todos os dados, impedindo o acesso do usuário. Então, ele exige que a vítima pague um resgate para descriptografar os arquivos.

Keylogger rastreando sua vítima

Keylogger

O processo de keylogging implica em monitorar as teclas que um usuário pressiona para descobrir suas senhas ou espionar comunicações privadas. Existem diferentes tipos de keyloggers, incluindo os baseados em stalkerware ou hardware. Essa variedade também pode fazer com que eles sejam mais difíceis de serem descobertos.

Como os malwares se espalham

Os malwares podem infectar seus dispositivos de várias maneiras. Estas são algumas das mais comuns:

E-mail

A forma mais popular de se espalhar vírus é por e-mail. Tanto os ataques simples de spam quanto os mais sofisticados, de phishing, ainda conseguem enganar as pessoas, fazendo-as clicar em links ou baixar anexos com malwares.

Navegação descuidada

Se você clicar em todo pop-up ou anúncio que encontra enquanto navega, mais cedo ou mais tarde, vai acabar em um site mal-intencionado. Ele vai baixar malwares em segundo plano e, fácil assim, você vai ter um keylogger ou cavalo de Troia no seu dispositivo.

Colegas de trabalho

Alguns tipos de malware se espalham de um dispositivo para outro por meio da rede interna. Por exemplo, alguém no escritório esqueceu o que aprendeu no treinamento de cibersegurança e clicou em um link mal-intencionado. Então, no dia seguinte, os computadores de todo mundo estão infectados, com todos os arquivos criptografados, e ninguém tem acesso às suas contas.

Software em pacotes

Os malwares são conhecidos por pegar carona. Então, mesmo quando você baixa um software confiável, você corre o risco de receber mais do que esperava. Você pode acabar instalando um malware junto com um software legítimo sem nem perceber, e ele pode ser de qualquer tipo, desde um adware meio irritante até um spyware que rouba seus dados bancários.

Sinais de malwares

Mudanças na velocidade

Seu dispositivo ou navegadores estão muito lentos

Problemas de desempenho

Seu dispositivo trava ou reinicia com frequência

Aplicativos funcionando de maneira estranha

Programas no seu computador abrem ou fecham sem aviso

Aplicativos suspeitos

Arquivos, extensões ou aplicativos que você não reconhece no seu dispositivo

Alterações de configurações

Suas configurações de segurança, navegadores ou aplicativos são alteradas sem o seu consentimento

Mensagens incomuns

E-mails ou mensagens de texto estranhas enviadas sem a sua permissão

Superaquecimento

Seu dispositivo superaquece ou a bateria acaba muito rápido

Cobranças suspeitas

Sua conta de telefone aumentou sem você saber o motivo

Como evitar malwares?

Veja como evitar um ataque de malwares:

Mulher usando um excelente software de segurança antimalwares

Use um software de segurança antimalwares

Uma das melhores defesas contra qualquer código mal-intencionado é um software de segurança confiável. Como sempre, as melhores opções são as ferramentas premium. Os melhores pacotes de software possuem equipes dedicadas de desenvolvedores, que monitoram as ameaças mais recentes e respondem com atualizações o mais rápido possível.

Mantenha-se em segurança aprendendo mais sobre ameaças de malwares

Seja um usuário atento e cauteloso

Nunca clique em pop-ups e tenha certeza de estar clicando no “X” certo para fechá-los. Para facilitar as coisas, ative o recurso Proteção contra ameaças da NordVPN e ele bloqueará anúncios para você. Passe o mouse ou clique com o botão direito nos links antes de acessá-los para saber para onde eles levarão você.

Faça backup dos seus arquivos para garantir proteção extra

Faça backup dos seus arquivos

Fazer backup dos seus arquivos frequentemente não impede que um malware infecte seu sistema, mas torna os ataques mais fáceis de serem combatidos e menos prejudiciais. Formatar dispositivos quase sempre elimina a maioria dos malwares, mas pode ser algo complicado de se fazer quando isso significa perder arquivos importantes. Com backups frequentes e seguros, isso não será um problema.

Pesquise e leia comentários para evitar possíveis ameaças de malwares

Faça seu dever de casa

Antes de baixar um aplicativo, leia alguns comentários online e tente encontrar pelo menos um comentário negativo. O que ele diz? Os usuários estão reclamando dos recursos, do desempenho ou de problemas mais sérios? Alguém acusou o aplicativo de ser um malware?

Faça pesquisas sobre as vulnerabilidades mais graves enfrentadas pelo seu dispositivo ou sistema operacional. Se você conhecê-las, poderá evitá-las.

Um homem atualizando seu software

Mantenha seus softwares atualizados

Quando um aplicativo confiável ou seu sistema operacional pede a confirmação de uma atualização, o recomendável é que você confirme. Além de fornecer melhorias de recursos e desempenho, as atualizações geralmente corrigem vulnerabilidades de segurança recém-descobertas.

Protegendo dispositivos com senhas fortes

Altere regularmente suas senhas e mantenha-as em segurança

Aprenda a criar uma senha forte da qual você se lembrará. Você também pode usar um gerenciador de senhas como o NordPass para não precisar confiar em senhas fracas. Ele as gerará, armazenará e manterá seguras.

Após descobrir e eliminar um malware do seu dispositivo, uma das primeiras coisas que você deve fazer é alterar suas senhas.

Usando a NordVPN para segurança extra

Conheça seus dispositivos como a palma da sua mão

Seja um smartphone ou um PC, seu dispositivo tem várias configurações integradas que podem ser muito úteis para deixá-lo mais seguro.

Você pode usar o aplicativo da NordVPN em smartphones, notebooks, PCs e roteadores, desfrutando de uma melhor proteção contra malwares em todos os seus dispositivos, especialmente com o recurso Proteção contra ameaças.

Como a NordVPN pode ajudar?

Como a NordVPN pode ajudar depende do malware que você está enfrentando.

Bloqueio de sites perigosos

O recurso integrado de Proteção contra ameaças da NordVPN bloqueia o acesso a sites mal-intencionados antes que eles tenham a chance de enganar você e infectar seu dispositivo.

Eliminação de arquivos mal-intencionados

A Proteção contra ameaças verifica os arquivos que você baixa e os exclui imediatamente quando um malware é detectado.

Bloqueio de pop-ups

A Proteção contra ameaças bloqueia anúncios potencialmente mal-intencionados antes mesmo de você ter a chance de vê-los.

Proteção do tráfego

A criptografia que uma VPN fornece fecha inúmeras vias de infiltração para possíveis hackers e seus malwares (mas não todos eles).

Desfrute de uma cibersegurança eficiente com a NordVPN

Perguntas frequentes