Your IP: Unknown · Your Status: Unprotected Protected
Blog News

O que é um servidor DNS?

Jul 08, 2020 · 3 min read

O que é um servidor DNS?

Muitos utilizadores da internet perguntam-se o que é o DNS, uma vez que se deparam regularmente com indicações relativas a esta sigla. DNS, que significa Domain Name System (Sistema de Nome de Domínio), refere-se aos serviços que traduzem o endereço IP de um site, transformando-o num nome fácil de memorizar e acessível a partir de um browser ou navegador de internet.

Para que serve um servidor DNS?

O servidor DNS funciona como a app de contactos de um smartphone, ou uma lista de e-mail. Associando um nome a um número de telemóvel, a app permite que não precisemos de memorizar esse número para contactar a pessoa que o utiliza. Basta selecionar o nome na lista de contactos e a app encarrega-se de assumir o respetivo número.

De igual modo, não precisamos de memorizar o endereço de IP do computador ou servidor onde o site, por exemplo, da NordVPN está alojado. Basta digitar “NordVPN” no browser e o servidor DNS encarregar-se-á de fazer a ligação entre o browser (por conseguinte, o seu computador ou smartphone) e o endereço IP do nosso servidor.

servidor dns

O que é um Dynamic DNS?

Imagine que pretende aceder a um computador ou servidor da sua rede doméstica, ou empresarial através da internet. Eventualmente este equipamento não terá um endereço IP público. Ou então, tendo, ele será automaticamente alterado de vez em quando. A solução para esta questão passa pela utilização de um DNS Dinâmico.

Este serviço não só permite atribuir um nome inteligível a um endereço IP (à semelhança do que fazem os servidores DNS com os nomes de domínio comuns) como poderá atualizar os endereços, configurações de host e outros dados sempre que forem alterados.

O que fazer quando o servidor DNS não está a responder?

Existem diversos problemas relativamente comuns, que variam consoante o equipamento e o sistema operativo que se está a utilizar. No caso do Windows 7, 8 e 10, por exemplo, pode acontecer que exista um problema no adaptador de rede ou que a firewall esteja a bloquear a conexão. Nestes casos, reiniciar o computador e o modem poderá bastar.

De igual modo, a reconfiguração dos endereços de DNS primário e secundário poderá ser suficiente para resolver um problema deste género que surja ao utilizar Android ou iOS.

Todavia, o utilizador poderá concluir que é preferível mudar para um servidor DNS diferente.

Qual é o melhor servidor DNS de Portugal?

Caso pretenda experimentar outro servidor de DNS que não o indicado pelo seu fornecedor de telecomunicações, existem diversas possibilidades. Veja algumas das mais conhecidas.

OpenDNS

Utilizado por mais de 3000 grandes empresas e mais 30 milhões de utilizadores particulares, o OpenDNS tem provas dadas em termos de fiabilidade e eficiência. É provável que sinta um aumento na velocidade da internet ao adotá-lo, exatamente porque a tarefa de “tradução” de DNS se torna potencialmente rápida.

Comodo DNS

Menos conhecido que o OpenDNS, o Comodo acrescenta segurança à questão da rapidez. A empresa do mesmo nome que desenvolve este serviço atua nas áreas da certificação digital e da segurança online. Este servidor DNS bloqueia sites que considere maliciosos ou cujo acesso envolva risco para o utilizador.

Google Public DNS

O DNS da Google é extremamente conhecido, dada a altíssima notoriedade da marca que faz parte das nossas vidas há mais de 20 anos. Os próprios endereços são muito simples (8.8.8.8 e 8.8.4.4) e isso faz com que sejam ainda mais famosos.

Cloudflare

A empresa norte-americana gaba-se de apresentar o servidor de DNS mais rápido do mundo. O facto é que tem granjeado bastantes admiradores desde o seu lançamento em 2018. A sua extrema simplicidade (endereço 1.1.1.1) também ajuda à sua popularidade.

Que riscos existem associados a este sistema?

Pode acontecer, por vezes, que o seu Windows decida reverter para configurações de DNS antigas ou procure uma alternativa relativamente à configuração por si escolhida. Se tal acontecer, o “request”, isto é, o pedido de informação que o seu computador envia a um site remoto, será enviado através do seu fornecedor de telecomunicações, que registará esse acesso. A isto chama-se uma “DNS leak” (fuga). Uma das formas de verificar se isto não está a acontecer é executar um “DNS leak test” (teste de fuga).

Uma outra forma de navegar com segurança é usar uma VPN com uma funcionalidade Kill Switch que impeça este tipo de fugas, garantindo que o seu computador só acederá a sites através da VPN.


Laura Klaus
Laura Klaus successVerified author

Laura Klaus is a content manager who is curious about technology and online privacy. She learns something new every day and shares that knowledge with readers worldwide.


Subscribe to NordVPN blog