Your IP: Unknown · Your Status: Unprotected Protected

Blog In Depth

Android Vs. iOS: Qual Deles é o Mais Seguro?

Jul 23, 2019 · 5 min read

Android Vs. iOS: Qual Deles é o Mais Seguro?

É impossível falar de tecnologia sem, hoje, falar sobre dispositivos móveis. E, nesse ramo, há dois sistemas operacionais de grande popularidade: o Android (de longe, o mais popular e com maior número de dispositivos fazendo uso dele) e o iOS (o queridinho da Apple).

Apesar de ambos serem sistemas operacionais voltados para dispositivos móveis (smartphones, tablets, etc.), cada um deles possui suas próprias particularidades, vantagens e desvantagens. Aqui, você vai aprender um pouco mais sobre isso e, claro, saber como determinar qual dos dois é superior no quesito segurança.

O sistema Android: conquistando o mundo

ios vs android security app marketplace 03 blog body

Lançado em 22 de setembro de 2006, os sistemas operacionais Android são estruturados com base no núcleo Linux e, atualmente, são desenvolvidos e mantidos pela gigantesca Google.

O SO Android é baseado em manipulação direta e projetado principalmente para dispositivos móveis com touchscreen, como tablets e smartphones, contando também com interface voltada para as chamadas Smart TV’s (a Android TV) e até mesmo relógios de pulso (como a Android Wear).

É o SO para dispositivos móveis mais utilizado no mundo, com mais de 2.5 bilhões de dispositivos fazendo uso desses sistemas operacionais. Aparelhos que usam sistemas Android vendem mais do que todos os equipamentos com sistema Mac OS X, iOS e Windows Phone somados.

Em julho de 2013, a Google Play já contava com mais de um milhão de aplicativos voltados para Android – e esse número está muito maior hoje. Aproximadamente 71% dos programadores que codificam para sistemas móveis fazem seus projetos voltados para esses sistemas.

Tudo isso faz com que os sistemas Android sejam extremamente versáteis, dinâmicos e fáceis de usar. Mas, ao mesmo tempo, esse é o sistema favorito dos ataques de hackers, com aproximadamente 8000 novos malwares criados especificamente para violar o sistema – diariamente. Sim, diariamente.

O sistema iOS: o queridinho da Apple

ios vs android security popularity 03 blog body

Lançado em 29 de junho de 2007, os sistemas iOS são criados e gerenciados pela Apple, que, nas nossas mentes, invoca o nome de Steve Jobs.

Estruturado em códigos C, C++, Swift, Objective-C e o famoso Java, é um sistema operacional voltado para dispositivos móveis e desenvolvido originalmente para os modelos iPhone, também usado em aparelhos iPad e iPod Touch. Diferente do sistema Android, que pode ser utilizado em uma variedade de aparelhos, os sistemas iOS são exclusivos para os produtos da Apple.

A interface do iOS também é baseada em manipulação direta por toque, e a interação com o mesmo inclui não só o toque ou os movimentos de pinça, mas também a ação de “desfazer”, que pode ser ativada em muitos aplicativos ao balançar o aparelho rapidamente. A versão mais atualizada do iOS é a 12.3.1.

Já em 2018, o número de dispositivos móveis utilizando o iOS havia passado a marca de 1.3 bilhões. Com aparelhos relativamente mais caros produzidos pela Apple e com uma quantidade menor de aplicativos, não é difícil entender a razão pela qual ele fique no 2º lugar na corrida pelos números absolutos contra os sistemas Android.

As principais ameaças a todos os dispositivos móveis

ios vs android security devices 03 blog

Phishing, instalação de malware, hacking, cracking e outras formas de ataques são realidades possíveis para qualquer pessoa conectada à internet – e com qualquer dispositivo. Independente do sistema operacional que você usa, redes com baixa proteção e aplicativos com integridade suspeita podem ser verdadeiros perigos.

A maior parte dos ataques feitos por hackers já visa dispositivos móveis, em comparação com os tradicionais computadores de mesa (desktop) ou notebooks, netbooks e laptops.

Ameaças específicas

Se formos considerar apenas o nível de ameaças existentes nas duas plataformas, parece que os usuários de iPhone e iPad acabam tendo uma certa vantagem. Estudos mostram que uma porcentagem muito maior de malware voltado para dispositivos móveis tem como alvo aparelhos com sistema Android e que uma quantidade muito menor de malware é destinada a sistemas iOS.

Isso é bastante preocupante, tanto pela imensa popularidade do Android quanto pelo fato de ele ser feito em código aberto. Além disso, a Apple controla rigidamente quais aplicativos podem ficar disponíveis na App Store, examinando todos os aplicativos para evitar o envio de malwares, enquanto que a Google Play não parece ter critérios tão rígidos assim.

Mas os números, por si só, não significam tudo. Afinal de contas, é preciso apenas um malware no seu dispositivo iOS para causar tantos danos quanto milhares de ameaças diárias contra um dispositivo Android.

Softwares seguros

ios vs android security os source code 03 blog

Muitas ameaças contra o Android poderiam ser eliminadas em grande parte se todos os usuários atualizassem seus aparelhos para a versão mais recente do sistema operacional.

A fragmentação de dispositivos Android em versões antigas está nas mãos dos criadores de malware, que aproveitam falhas antigas para invadir os sistemas, já que, muitas vezes, os usuários não fazem atualizações que corrigem essas falhas. Por isso, é crucial você manter seus aparelhos atualizados com a versão mais recente do SO Android e seus aplicativos.

A Apple não enfrenta nenhum problema semelhante, já que cada versão do iOS é filtrada rapidamente para os usuários. Na verdade, as atualizações do iOS são grandes eventos que promovem atualizações em massa para todos os usuários, e isso significa que as ameaças de segurança significativas são raras o suficiente para se tornar grandes notícias e escândalos quando ocorrem.

É claro que há desvantagens no controle da Apple sobre tudo o que ocorre em sua plataforma, como menor diversificação de aplicativos e menor versatilidade, mas não há dúvidas de que isso cria um ambiente mais seguro para seus usuários em comparação com os que utilizam sistemas Android.

A Integração com o Hardware

Por outro lado, a segurança do Android geralmente depende do hardware no qual ele é sendo executado. Alguns fabricantes criam dispositivos mais seguros do que os outros, o que acaba garantindo que todos os recursos de segurança integrados do Android funcionem corretamente.

Por exemplo, a plataforma KNOX 2.0 da Samsung oferece um processo de inicialização mais seguro que o de outros aparelhos, garantindo que qualquer software não autorizado não seja carregado quando o dispositivo é inicializado.

Qual sistema é mais seguro?

Para responder essa pergunta, é importante considerar três pontos fundamentais: se o código é aberto ou fechado, o número de ameças criadas para atacar especificamente o sistema e a integridade dos aparelhos que usam o sistema.

Códigos abertos permitem mais dinamismo, mas também deixam mais falhas expostas que podem ser aproveitadas por hackers. O que você escolhe usar interfere diretamente na sua segurança; mas, é óbvio que é mais fácil se proteger contra 100 ameaças do que contra 10000.

Se seu sistema pode ser usado em vários aparelhos de diversas marcas, isso representa uma ótima versatilidade mas, ao mesmo tempo, abre brechas para aparelhos que não oferecem muita segurança ao usuário.

Em termos de segurança, o iOS é superior ao Android por ter código fechado, menos malwares direcionados a ele e só ser utilizado em aparelhos da Apple.

Mas, se você não quer abrir mão da portabilidade, da versatilidade e de uma série de apps que só são disponíveis para Android, é possível melhorar sua segurança ao utilizar o dispositivo seguindo várias dicas – que você pode conferir aqui.

Independente do SO que você utilizar, vale a pena se conectar a redes seguras e, claro, tomar cuidado com seus próprios comportamentos online – afinal, você continua sendo a melhor defesa do seu aparelho.


Ilma Voigt
Ilma Voigt successVerified author

Ilma Voigt is a content creator passionate about technology and online security. In addition to her focus on tech, she also specializes in bringing cybersecurity insights to new markets.


Subscribe to NordVPN blog